Em jogo da 26ª jornada da Liga NOS, o Marítimo venceu o Arouca por 3-1, em jogo disputado na tarde deste domingo no Estádio Marítimo. 

Um triunfo que não sofre a mínima contestação, tal a superioridade verde-rubra, com os pupilos de Daniel Ramos a dominaram desde o primeiro minuto. Literalmente! Mas o futebol tem destas coisas: na primeira vez que os visitantes se acercaram da baliza de Charles, marcaram. Estavam decorridos 20 minutos. Os maritimistas, no entanto, não sentiram o golpe e continuaram a atacar com insistência. E tudo ficou minimizado no minuto 40 quando, após um 'canto', Fransérgio assiste Zainadine para o moçambicano encher o pé e assinar um... golão!

Na etapa complementar ainda foi mais intensa a superioridade verde-rubra, traduzida em dois golos e mais em desperdício. Outro hino ao futebol foi o terceiro tento: 'corte' de classe de Fransérgio à entrada da área maritimista. bola em Xavier, deste para Keita que a devolve a Xavier para assistir o 'capitão' que concretiza em golo a jogada depois de atravessar todo o campo. Foi no minuto 72, depois do mesmo Fransérgio assistir Alex com Keita a recargar com sucesso, escrevendo então a reviravolta no marcador. 
Em resumo, um triunfo que peca por escassos e com laivos de brilhantismo - vide primeiro e terceiro golos.

No Estádio do Marítimo, com arbitragem de Tiago Antunes (Coimbra), o Marítimo apresentou:
Charles; Patrick, Maurício, Raúl (Deyvison, 89), Luís Martins, Zainadide, Alex, Fransérgio 'cap', Brito (Ghazaryan, 85), Keita (Djoussé, 75) e Xavier.
Ação disciplinar: nada a assinalar.
Golos: Zainadine (40), Keita (61) e Fransérgio (72).

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração