O Marítimo ematou, na tarde deste sábado, na Choupana, frente ao Nacional, a um golo, na última jornada do Campeonato da II Divisão. Já com a subida garantida, os pupilos de José Pedro Jacinto viram o adversário - que precisava de ganhar e esperar uma derrota do Alverca - se adiantar no marcador no minuto 33 mas na etapa complementar Pelágio fez o golo do empate, de cabeça, após um livre lateral. Mas já na primeira parte os verde-rubros controlaram absolutamente os acontecimentos, sofrendo um golo contra a chamada 'corrente do jogo' e viram o árbitro não assinalar uma (clara) penalidade.

Na etapa complementar os maritimistas continuaram a mostrar ser superiores pelo que o desfecho mais justo seria o triunfo verde-rubro.

Na Choupana, com arbitragem de António Alves (Porto), o Marítimo apresentou:
Leonardo Rodrigues; Hugo, Leonardo Sousa, Rúben Sousa, Cristiano, Pedro Pelágio (Henrique Araújo, 80), Jrge Guerreiro, Vilson, Ricardo Damaso, Nelson Carvoeiro (João Pinto, 40) e Elson (José Abreu, 40).
Ação disciplinar: cartão amarelo a Pelágio (70).
Golo: Pedro Pelágio (60).

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração