A Federação Portuguesa de Futebol prepara-se para organizar a Liga Oficial Esports que deverá arrancar a 18 de outubro. E, como não poderia deixar de ser, o Club Sport Marítimo vai marcar presença nesta que será a primeira competição sob a égide federativa.

“Na era da ‘aldeia global’, a FPF decidiu olhar de uma forma abrangente para o mundo dos videojogos, que representa uma forma de materializar sonhos desportivos através de um comando e, ao mesmo tempo, a opção por um modo de vida” – justifica a Federação Portuguesa de Futebol esta nova aposta, à qual as cores verde-rubras não poderiam ficar indiferentes.

“Jogávamos entre amigos mas surgiu a ideia de formarmos uma equipa pelo que conversamos com o prof. Nuno Silva [Cordenador das modalidades amadoras do C. S. Marítimo] e houve total recetividade”, informa Rúben Pereira um dos jogadores verde-rubros numa equipa ainda sem madeirenses. “Queríamos contar com um madeirense que, no entanto, tem contrato com o Boavista”, elucida.

Poderá estranhar mas... é verdade. Há clubes já com contratos estabelecidos com ‘jogadores FIFA’. A que se juntam outras curiosidades: “Uma equipa é formada por 11 jogadores, cada qual na sua posição como no futebol real – guarda-redes, defesa-direito, ‘central’... Mas o plantel pode ir até aos 23, embora atualmente ainda não seja possível fazer substituições durante um jogo. Há treinador, treinador-adjunto, que podem ser jogadores também, os treinos acontecem todos os dias das 20h30 à meia-noite – cada jogador pode gozar duas folgas rotativas -, os jogos são durante a semana e domingo, ficando os sábados para descanso”. Um jogo tem o tempo de 16 minutos (8x8), com intervalo de 40 segundos.

“Claro que somos candidatos ao título, formamos uma equipa experiente, de qualidade”, acredita Rúben Pereira acerca de uma modalidade que também terá a disputa da Taça e apuramento para as competições europeias. Fruto da união de esforços entre a FPF e EA/Sports para expandir os horizontes do futebol virtual nacional.

O plantel verde-rubro: Diogo Pierre (Guarda-redes) e Rafael Martins (Guarda-redes), André Fonseca (Defesa Central), Pedro Salvador (Defesa Central), Tomás Corregedor (Defesa Central), Fábio Tavares (Defesa Direito), Fábio Catita (Defesa Direito), Francisco Mourinho (Defesa Esquerdo), João Rodrigues (Médio Defensivo), Rúben Melo (Médio Centro), Tiago Pacheco (Médio Centro), Gonçalo Castelo (Médio Centro), João Guterres (Médio Direito), Vítor Calças (Médio Direito), Filipe Novo (Médio Esquerdo), Tiago Almeida (Avançado Centro), Rodrigo Chitas (Avançado Centro), Rodrigo Oliveira (Avançado Centro) e Gonçalo Matias (Avançado Centro).

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração